Filtração 16/4/2019 Um gerador para a produção de vinhos
Em linhas gerais, a maneira mais rentável para as indústrias obterem o gás nitrogênio (em termos de poupança de recursos) é produzindo-o internamente com o auxílio de geradores on-site. 

Esses equipamentos são projetados para operar 24 horas por dia, sete dias por semana, e podem ser dimensionados para responder às demandas de vazão de produtores de todos os portes.

Com isso em mente, a Parker oferece para vinícolas a linha de geradores de nitrogênio on-site Parker Balston WineMaker (http://www.parkern2.com/) , que fornece nitrogênio puro e seco, com até 99,9995% de pureza. Esse gerador emprega a tecnologia de adsorção por oscilação da pressão (PSA - Pressure Swing Absorption), que faz com que o gás atravesse uma peneira molecular composta por pastilhas de carbono. A exclusiva tecnologia Parker de equalização da pressão protege as pastilhas contra a degradação prematura – o que otimiza seu desempenho e vida útil, reduzindo custos.

Com gabinetes de alumínio leves e resistentes à corrosão, os equipamentos atuais também suportam melhor os ambientes de alta severidade das vinícolas. As unidades de geração de nitrogênio podem ser levadas facilmente de um local para outro, conforme a necessidade do produtor. Para sua instalação, basta uma fonte de energia e uma linha de ar comprimido.

Vale lembrar que as rotinas de manutenção são mínimas e que um gerador de nitrogênio se paga entre 12 e 18 meses. A Parker também oferece planos para aluguel desses equipamentos.

Para mais informações sobre outras tecnologias Parker, ligue 0800 727 5374 ou mande um e-mail para falecom@parker.com
Expediente ©Parker Hannifin Corp. 2019