Pneumática 22/1/2019 Geradores de nitrogênio poupam recursos nas vinícolas
Durante o processo da fabricação de vinhos, a presença de oxigênio provoca o crescimento de leveduras e bactérias que causam a deterioração do produto final e alteram seu aroma, cor e sabor. Para proteger a produção dos efeitos negativos do oxigênio, emprega-se o gás nitrogênioque, ao substituir o oxigênio, elimina esse impacto negativo. Por esse motivo, é comum que as vinícolas utilizem nitrogênio em seus tanques, barris de estocagem, na limpeza de garrafas antes do envase e em qualquer outro ponto do processo em que o vinho entre em contato com o ar.

Há duas maneiras de o produtor de vinho obter o nitrogênio. Ele pode adquiri-lo de um fornecedor externo ou gerá-lo internamente, por meio de um gerador de nitrogênio instalado em seu ambiente de produção (on-site).

Desvantagens dos cilindros 

Muitas vinícolas adquirem nitrogênio em cilindros ou dewars de alta pressão com programação de entregas, sistema que traz algumas desvantagens. Por exemplo, o nitrogênio fornecido está sujeito a aumentos de preços, contratos de aluguel, cuidados de armazenamento e segurança, sobretaxas de entrega e impostos. 

Questões como falta de controle de pureza, vazão e pressão não permitem que haja confiança de que se está recebendo e colocando na produção realmente o gás especificado. Demora na entrega ou mesmo a necessidade de atender a um aumento repentino da produção também podem atrasar a operação.

Outra desvantagem do suprimento externo de nitrogênio é a necessidade de gerenciar contratos, que podem conter renovações ou aumentos automáticos de preço, bem como exigências de prazo para rescisão.

Tudo isso amplia o trabalho administrativo e aumenta os custos operacionais. O uso de nitrogênio em cilindros segue ainda na direção oposta da filosofia lean de produção, que valoriza técnicas enxutas e cadeias de fornecimento mais eficientes.

Solução ideal

Uma ótima alternativa ao fornecimento externo de nitrogênio é gerar este gás na própria vinícola. Isso elimina o incômodo de administrar entregas e a preocupação de ter que calcular a quantidade exata de nitrogênio a ser utilizada na produção, para que não sobre nem falte gás ao final do processo.

Usar um gerador de nitrogênio (equipamento que separa o nitrogênio e o oxigênio a partir de uma fonte de ar comprimido) é a solução mais eficaz e econômica para as operações de vinificação. Seus benefícios incluem:

• Fornecimento confiável e constante de nitrogênio 
• Estabilidade de preços no longo prazo
• Redução do tempo de gestão do fornecimento externo
• Mesmo que a produção aumente, a oferta de nitrogênio será garantida 
• Sistema mais confiável e econômico se comparado ao gás fornecido em cilindros

Fácil de operar e manter 

Geradores de gás nitrogênio são fáceis de instalar, comissionar, testar e operar. Trata-se de uma tecnologia já estabelecida e de funcionamento simples.

Esses equipamentos são projetados para operar 24 horas por dia, sete dias por semana, e podem ser dimensionados para responder às demandas de vazão de vinícolas de todos os portes. 

Com gabinetes de alumínio leves e resistentes à corrosão, os equipamentos atuais também suportam melhor os ambientes de alta severidade das vinícolas. As unidades podem ser levadas facilmente de um local para outro, conforme a necessidade do produtor. Para sua instalação, basta uma fonte de energia e uma linha de ar comprimido.

Equipado com sistema de controle de fluxo facilmente ajustável em tempo real, o gerador de nitrogênio on-site Parker Balston WineMaker fornece nitrogênio puro e seco, com até 99,9995% de pureza.

Esse gerador emprega a tecnologia de adsorção por oscilação da pressão (PSA - Pressure Swing Absorption), que faz com que o gás atravesse uma peneira molecular composta por pastilhas de carbono.

A exclusiva tecnologia Parker de equalização da pressão protege as pastilhas contra a degradação prematura – o que otimiza seu desempenho e vida útil, reduzindo custos. Vale lembrar que as rotinas de manutenção são mínimas e que um gerador de nitrogênio se paga entre 12 e 18 meses. A Parker também oferece planos para aluguel desses equipamentos.

Nitrogênio rápido, seco e puro

A instalação do gerador de nitrogênio Parker Balston é simples: entra ar comprimido e sai nitrogênio. Basta conectar uma fonte de ar comprimido padrão à entrada do equipamento, ligar a saída do gerador à linha de nitrogênio e a unidade estará pronta para operar. O sistema é projetado para operar 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Da mesma forma, a operação do gerador é também simplificada. Basta selecionar o nível de pureza desejado e o fluxo de nitrogênio de acordo com a necessidade do processo e, em poucos minutos, o gás seco e com alta pureza estará disponível. Uma vez instalada, a solução requer baixa manutenção.

Acompanhe no vídeo os produtores de vinho falando sobre os benefícios da geração de nitrogênio on-site: https://youtu.be/cDzN8DPrBdI.

Para mais informações sobre outras tecnologias Parker, ligue 0800 727 5374 ou mande um e-mail para falecom@parker.com.

Tanques e barris de estocagem estão entres os pontos da produção sensíveis à presença do oxigênio Gerador de nitrogênio Parker Balston WineMaker

veja outras notícias Geradores de nitrogênio poupam recursos nas vinícolasVálvulas Série DY garantem economiaParker SensoNODE traz a Indústria 4.0 até vocêSaldo positivo para a Parker TrainingTecnologia para produtores de cervejaSistema Moduflex, a automação pneumática com comunicação IO-LinkTecnologia hidráulica ao alcance de todos

Expediente ©Parker Hannifin Corp. 2015