21/5/2015 O futuro dos filtros

Alinhados com as crescentes demandas pelo desenvolvimento de produtos sustentáveis, estamos apresentando ao mercado automotivo uma solução fantástica. Falo dos novos componentes de baixo impacto ambiental da série e-max, destinados ao pré-filtro de motores Diesel.

Pela primeira vez esta aplicação contará com filtros ecológicos, que permitem trocar apenas o elemento filtrante. Algumas montadoras brasileiras já decidiram empregar estes novos filtros sustentáveis em seus caminhões, tratores e colhedoras de grãos e cana-de-açúcar a partir de agosto deste ano.

Até hoje, os filtros tradicionalmente usados nesta aplicação são os chamados Spin-on, cuja troca do elemento filtrante implica o descarte da carcaça e tampa metálica com ele.

O e-max representa uma grande inovação por ser um filtro ecológico, 100% de plástico, que dispensa o descarte da carcaça na troca do elemento filtrante. No passado, filtros automotivos com esta característica fracassaram pois permitiam que o veículo rodasse mesmo sem a presença do elemento filtrante – o que podia causar problemas de manutenção e garantia do conjunto.

 

Para solucionar de vez esta questão, a Parker desenvolveu e patenteou uma nova solução: integrou ao e-max um dispositivo de segurança que bloqueia a passagem do fluxo de combustível na ausência do elemento filtrante. Com isso, o problema foi definitivamente superado e agora os veículos pesados já podem se beneficiar da nova geração de filtros Parker isentos de partes metálicas.

 

Estamos contentes por fornecer ao mercado automotivo produtos muito mais sustentáveis, que contribuem para a redução do consumo e descarte de matéria-prima. Essa tecnologia é o futuro dos filtros automotivos para veículos Diesel.

Expediente ©Parker Hannifin Corp. 2019